Leia também
"A Noiva" foi recusada em Versalhes com a justificação de que não se adequava ao espaço
Reuters

Joana Vasconcelos expõe “A Noiva”, o lustre feito com tampões, em Paris

03.07.2012 - Lusa
diminuiraumentar


A escultura “A Noiva”, peça criada pela artista plástica Joana Vasconcelos com milhares de tampões higiénicos, vai ser exibida no Centquatre, em Paris, a partir de quarta-feira, anunciou o atelier da criadora.

Criado a partir de 2001, o lustre com cinco metros viria a ser terminado em 2005, ano em que foi exibido como peça principal na Bienal de Arte de Veneza por convite da organização do certame mundial dedicado à arte contemporânea.

Actualmente, Joana Vasconcelos tem em exposição 17 obras no Palácio de Versalhes, em Paris, e “A Noiva” foi recusada pela organização com a justificação de que não se adequava ao espaço.

No entanto, a artista foi convidada a expor a peça no centro cultural Centquatre, também em Paris, cuja programação inclui exposições e espectáculos de teatro, música e dança.

Contactada pela Lusa, fonte do gabinete de imprensa do atelier Joana Vasconcelos contabilizou a participação de “A Noiva” em 13 exposições - a segunda em Paris - tornando-a na peça da artista mais vezes apresentada publicamente até hoje.

O lustre de cinco metros, criado com tampões higiénicos femininos já foi mostrado em Lisboa, Cascais, Elvas, Budapeste, Corunha, Vigo, Paris, Veneza, Walsall (Reino Unido) e Istambul.

Em 2007, Joana Vasconcelos também apresentou uma exposição paralela à Bienal de Veneza, no Palazzo Nani Bernardo Lucheschi, onde mostrou, entre outras, a peça “Dorothy”, um sapato gigante criado com dezenas de típicos tachos portugueses, e uma colcha de sete metros feita em crochet manual, que ficou pendurada na fachada do antigo edifício.

No mês passado, a Secretaria de Estado da Cultura anunciou que a artista vai representar oficialmente Portugal na próxima Bienal de Arte de Veneza, em 2013.

Nascida em Paris, em 1971, Joana Vasconcelos mostrou em 2010, no Museu Colecção Berardo, em Lisboa, a primeira exposição antológica, intitulada “Sem Rede”, com 37 obras.

A exposição individual de Joana Vasconcelos no Centquatre, com “A Noiva”, que vai ser inaugurada às 19h de quarta-feira, abre ao público na quinta-feira, e ficará patente até 18 de Setembro de 2012.