Leia também
Gonçalo Tocha (na foto: É na Terra Não é Na Lua), Pedro Costa, António Reis e Margarida Cordeiro nos circuitos internacionais
RUI SOARES

Trás-os-Montes, Fontaínhas e o Corvo no Anthology Film Archives

15.06.2012 - Jorge Mourinha
diminuiraumentar


António Reis e Margarida Martins Cordeiro, Gonçalo Tocha, Pedro Costa - cinema português em Nova Iorque

Num momento em que o cinema de autor português, defendido apaixonadamente pelo circuito internacional de críticos e de festivais, enfrenta em Portugal dificuldades que põem em causa a sua sobrevivência, há boas notícias. É na Terra Não é na Lua de Gonçalo Tocha vai chegar em Julho à exibição comercial em Nova Iorque, na sala dos Anthology Film Archives criada por Jonas Mekas e Stan Brakhage em 1969 e que se tornou num ardente reduto da cinefilia. E a mesma sala vai, em Junho, receber a homenagem a António Reis e Margarida Cordeiro, The School of Reis, e a curta de Pedro Costa O Nosso Homem.

Para É na Terra Não é na Lua é o mais recente passo numa carreira iniciada com a menção em Locarno e que já valeu prémios no DocLisboa, DocumentaMadrid, festival de São Francisco e BAFICI (Buenos Aires). Com uns honrosos 3500 espectadores em Portugal (carreira que continua), é a vez dos Anthology Film Archives agendarem o filme entre 13 e 19 de Julho. Será exibido com a anterior obra de Tocha, Balaou, a 18 e 19 de Julho. Antes, entre 22 e 28 de Junho, fala-se de cinema português com The School of Reis (A Escola de Reis), dedicado à obra de António Reis (1927-1991) e Margarida Cordeiro. Erguidos a mestres por uma geração que estudou na Escola Superior de Teatro e Cinema, assinaram uma obra citada como exemplar por nomes como Jean Rouch ou Joris Iven mas que continua insuficientemente conhecida entre nós. O programa traça uma genealogia do que o comissário do Harvard Film Archive Haden Guest define como "a tradição portuguesa de cinema radical". Cruza os quatro filmes assinados por Reis e Margarida Cordeiro - Jaime (1974), Trás-os-Montes (1976), Ana (1985) e Rosa de Areia (1989) - com filmes importantes para a formação de Reis (Acto da Primavera de Oliveira e Verdes Anos de Paulo Rocha) e obras assinadas por cineastas que reivindicam a sua influência (João Pedro Rodrigues, Vítor Gonçalves, Pedro Costa, Manuela Viegas e Joaquim Sapinho, cujo Deste Lado da Ressurreição deverá chegar às salas portuguesas em Setembro). Segundo informa a Rosa Filmes, produtora do filme de Sapinho, há já marcações futuras para a University of California em Los Angeles e para o Berkeley Art Museum and Pacific Film Archive.

Finalmente, a 29 e 30 de Junho o Anthology Film Archives recebe o programa de curtas Site & Sound (Blackout/Blockout), comissariado por David Phelps, onde O Nosso Homem de Costa partilha "tempo de antena" com curtas de "companheiros de viagem" como Jean-Marie Straub e Danièle Huillet, Luc Moullet e Jean-Claude Rousseau.