Leia também

O Porto é um forte candidato a ter um Primavera Sound em 2012

20.08.2011 - Pedro Rios
diminuiraumentar


Revelou ao Ípsilon Gabi Ruiz, director do festival.

É a Meca dos "indies" de toda a Europa (e, para muitos, do mundo inteiro) e pode vir a acontecer em Portugal. O Porto é uma das hipóteses preferidas da direcção do Primavera Sound para montar uma edição do festival, em 2012. A escolha será feita entre o Porto e uma cidade inglesa que permanece em segredo, revelou ao Ípsilon Gabi Ruiz, director do festival.

A organização, que conversou com o Ípsilon no Festival de Paredes de Coura, não quer aumentar o tamanho do festival original, que acontece em Barcelona desde 2001, apostando antes em montar outros Primavera Sound noutros pontos do mundo.

O festival acontecerá uma semana antes ou depois do Primavera Sound de Barcelona, que tem acontecido no final de Maio e início de Junho.

A visita a Paredes de Coura faz parte do trabalho de avaliação que a direcção do Primavera tem feito e que deve estar concluído dentro de "um mês, mês e meio", diz Gabi Ruiz, que vê na organização do festival minhoto um potencial parceiro local para montar o evento. Até porque tem uma "filosofia" semelhante ao Primavera, apesar de a "escala" ser "diferente".

Gabi Ruiz refere que várias cidades europeias querem acolher um Primavera Sound. Mas o Porto leva vantagem sobre quase todas: é "uma cidade com muito potencial de se abrir à Europa", um destino que "muita gente não conhece", e com um perfil semelhante ao de Barcelona.

Este ano, passaram pelo Primavera Sound nomes como os Pulp, Animal Collective, Belle & Sebastian, Big Boi, Echo & The Bunnymen, P. I. L. e Suicide.